Continuando meu último post, o caminho que tomo agora percorre o Hot to get started do flock, continuo escrevendo o post no flock. Se você está lendo isso, ele não é tão instável assim.

Favoritos e Histórico

  1. The Star Button Fui então ao del.icio.us e criei uma conta para mim. Quando cliquei na estrelinha, não vi a caixa de diálogo perguntando se eu gostaria de compartilhar meus favoritos, tive que habilitá-lo pelo painel de controle. Após isso, a integração foi feita e automaticamente meus “favoritos” apareceram em minha “página deliciosa“. Não funcionou bem em um ponto (a suposta caixa de diálogo não apareceu), mas funcionou em outro (a integração foi imediata). Acho que vou me tornar um usuário desse serviço, ter um local centralizado de bookmarks pode ser muito útil.

  2. Tagging Não sabia como traduzir bem a palavra tag, então o google me disse que é um sinônimo de rótulo. Fui a um de meus favoritos, meu blog, e adicionei os rótulos, imadiatamente fui a minha “página deliciosa” e, surpresa! Os rótulos estavam lá. Entrei também com uma descrição da entrada nos favoritos.

  3. Favorites Manager Devo admitir que o gerenciador de favoritos do flock dá um show no do Firefox ou no do Epiphany. Além de ser possível classificar os favoritos em coleções, é possível visualizá-los classificados por tags (os rótulos supracitados) e na mesma janela há integrado o seu histórico e um leitor de feeds RSS que já os detecta e exibe a opção de lê-los.

  4. History Search O que nos traz a nosso próximo tópico, que não funcionou como anunciado. O que acontece é que o pessoal do flock diz que existe um search engine dentro do flock, que indexa todo o conteúdo das páginas visitadas, facilitando a volta em passos anteriores posteriormente. Entrei com algumas buscas no site do Google News, mas não obtive menu com alternativas na próxima visita.

  5. Most Frequently Visited / Most Recently Added Este tópico ainda não é possível ser testado pois é necessário que eu utilize o navegador por mais alguns dias.

  6. Multiple Favorites Toolbars Outra coisa interessta que encontrei foi o fato de poder manter várias barras de favoritos, que são divididas pelas coleções criadas anteriormente.

Feeds

  1. Feed discovery Como no firefox, quando um site com suporte a feeds é visitado, um ícone aparece na barra de endereços indicando isso, ao clicar no ícone, é possível ler o feed do site.

  2. Feed caching Quando uma página que possui feeds é “estrelada” (adicionada aos favoritos), o feed é atualizado a cada uma hora e sua leitura é possível no editor de favoritos.

  3. On the Fly Aggregation Achei isso legal também, criei a coleção pessoal que contém o meu blog e o google news. No menu de seleção de coleções, apareceu um ícone indicando que havia sites com feeds dentro daquela coleção, ao clicar no ícone, o navegador agregou dinâmicamente os feeds do meu blog e do google news e os exibiu.

Blogging

  1. Blogging Este é coberto em meu post anterior

  2. Blog This! Ao encontrar um conteúdo interessante sobre o qual se quer blogar, basta selecionar o texto, clicar com o botão direito e selecionar a opção Blog This, que um diálogo do editor de blogs aparece com o conteúdo já lá dentro e com as devidas citações.

  3. Flickr Topbar Aliás eu não sabia, mas o flickr é um serviço do Yahoo para armazenagem e compartilhamento de fotos. Achei bem legal pois pude usar meu Yahoo! ID já existente. Então fui lá, ativei minha conta e mandei bala. Ativei a barra do flickr integrada ao Flock e a foto do pôr do Sol em Maceió que eu havia enviado para o site minutos antes apareceu na barra, arrastando a foto para a janela de Blog, eis a criança:

    Flickr Photo

  4. The Shelf Mais ou menos como o Blog This, o shelf - um scrapbook para referência posterior na hora de blogar - também funcionou bem, armazenando alguns textos e imagens que posteriormente foram arrastados para a janela de blog e automaticamente integrados ao post.

Conclusões

Apesar de estar numa região entre o alpha e o beta, o flock é um programa que já apresenta um pouco de maturidade, cumprindo em parte as promessas feitas. Seus novos conceitos são no mínimo interessantes e se seu desenvolvimento continuar, é provável que eu me torne um de seus usuários.

Ainda há bugs estranhos que precisam ser sanados, como o tamanho da quebra de linha na janela de edição de blog, que possui tamanhos variados dependendo da posição onde você pressiona o Enter, há janelas que aparecem sem fundo o que torna meio difícil para vê-las, sua integração com as APIs de blogs ainda não está 100%, pois ele em alguns momentos fez alterações indesejadas em meus posts e os posts enviados através do flock para o blog, apesar de “limpos” no código, são muito condensados, o que compromete a legibilidade no caso da edição direta do código. E o botão “Save as Draft” ainda não funciona, pois publica automaticamente o post.

No entanto ele constitui um bom navegador, baseado na “rocha sólida” que é o Mozilla Firefox, que incorpora conceitos de ferramentas diferentes em uma única e o tornando bastante atrativo, quando trata de maneira nova conceitos antigos como o de bookmarks, agora chamados (novamente) favoritos.

Este post foi escrito em parte no flock e em parte no Wordpress pois ainda não encontrei maneira de editar o código fonte do post feito aqui no flock.

Related content